seguir no FACEBOOK

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Circo da Cidade inicia temporada de espetáculos

A magia do circo volta a encantar o público de todas as idades com a programação do Circo da Cidade “Zé Priguiça”, unidade da Fundação Cultural de Curitiba, que oferece espetáculos a partir desta quinta-feira (20). A lona azul e laranja, instalada na Rua Benedicto Siqueira Branco, no Alto Boqueirão, abriga performances da companhia Trash Circus, além de oficinas circenses ministradas pela companhia JL Espaço Arte, ambas selecionadas por meio de edital do Fundo Municipal da Cultura.
As primeiras apresentações do show A História de Senhora Madame, da Trash Circus, acontecem nesta quinta-feira (20), às 10h e às 15h, para alunos de escolas públicas das Regionais Boqueirão e Bairro Novo. Até o dia 29 de março, serão 24 sessões dirigidas a estudantes e também para participantes de entidades sociais de todas as Regionais da cidade, às quintas e sextas-feiras, além de seis exibições para a comunidade, sempre às 15h dos sábados, com entrada franca. Os espetáculos serão precedidos de pequenas palestras sobre aspectos da arte do circo, proferidas pela Família Salgueiro.
Desde janeiro passado, a JL Espaço Arte comanda as oficinas circenses que movimentam o local. Reconhecida pela qualidade de seus profissionais, a companhia surgiu em 2010 com a proposta de divulgar o conhecimento nas áreas de teatro e dança, com ênfase na valorização da linguagem do circo. O grupo responde pelas oficinas de Técnicas Aéreas (trapézio fixo, tecido acrobático, lira e corda indiana), Técnicas de Acrobacia (acrobacias de solo, minitrampolim, pirâmide e acrobalance), Técnicas de Manipulação (malabarismo com bolas, aros, claves, diabolôs, swing, com fitas e bandeira, prato chinês, devil stick e bola de contato) e Técnicas de Representação, além da Oficina de Palhaço.
Dirigidas a alunos das escolas da Rede Municipal de Ensino e à comunidade em geral, as oficinas têm por objetivo o desenvolvimento pessoal dos participantes, sem o intuito de profissionalização. As aulas são ministradas às segundas, terças e quartas-feiras, com turmas pela manhã, das 9h às 11h, e à tarde, das 14h às 16h. No total, 80 crianças e adolescentes, na faixa etária de 7 a 17 anos, frequentam os dois turnos, sendo que as atividades prolongam-se até o final do ano.
O espetáculo – Música, dança de rua, história em quadrinhos e videoclipes estão na concepção cênica do espetáculo circense A História de Senhora Madame, da companhia Trash Circus. O tema central envolve questões sobre a sustentabilidade, em uma reflexão sobre assuntos da sociedade contemporânea, entendidos pela autora do texto, Mariana Zanette, como fundamentais para conscientizar as famílias.
O elenco reúne nomes conhecidos das áreas de teatro, música e circo, sob a direção de Mariana Zanette – também intérprete da Senhora Madame, ao lado de integrantes da tradicional Família Salgueiro (Fábio, John e Jonathan), da artista Marina Prado, que participa da Trip Circo, e da atriz e clown Debora Wallz. O grupo completa-se com o músico Luciano Madalosso e a musicista Marcela Zanette, que atua no palco e responde pela direção musical do espetáculo. A iluminação é de Wagner Corrêa, com cenografia de Aorelio Domingues e figurino de Vivi Follador.
No picadeiro, os artista contam a trajetória da Senhora Madame, uma consumista incontrolável, que trata mal as pessoas mais pobres e é muito solitária. Madame gasta todo o seu crédito em compras e, no mesmo dia, briga com o lixeiro Amarildo e com a empregada Sebastiana, ficando presa no lixo acumulado pelo seu consumo desenfreado. Os ratos invadem a casa da Senhora Madame, que é salva por Amarildo. Arrependida de suas atitudes, ela percebe que estava fazendo tudo errado e deseja melhorar sua vida. Com a ajuda de Amarildo e da empregada Sebastiana, a Senhora Madame percebe que é possível mudar o futuro.
Serviço:
Circo da Cidade “Zé Priguiça”
Espetáculo A História de Senhora Madame, da companhia Trash Circus.
As sessões têm início no dia 20 de fevereiro de 2014 (quinta-feira), às 10h e às 15h, para alunos de escolas públicas das Regionais Boqueirão e Bairro Novo. Até o dia 29 de março, serão 24 apresentações, às quintas e sextas-feiras, dirigidas a estudantes e também para participantes de entidades sociais de todas as Regionais da cidade, além de seis exibições para a comunidade, sempre às 15h dos sábados, com entrada franca. Os espetáculos serão precedidos de pequenas palestras sobre aspectos da arte do circo, proferidas pela Família Salgueiro.
Oficinas circenses ministradas pela companhia JL Espaço Arte, dirigidas a alunos das escolas da Rede Municipal de Ensino e à comunidade em geral. As aulas são gratuitas e ministradas às segundas, terças e quartas-feiras, com turmas pela manhã, das 9h às 11h, e à tarde, das 14h às 16h, prosseguindo até o final do ano.
Local: Rua Benedicto Siqueira Branco, s/n – Alto Boqueirão (próximo ao Armazém da Família Jardim Paranaense) – telefone: (41) 3287-5307.

Nenhum comentário:

Postar um comentário