seguir no FACEBOOK

domingo, 27 de novembro de 2016

“Circo Espalhafatos na Comunidade”





“Circo Espalhafatos na Comunidade” rebusca a arte tradicional do Circo tipicamente Brasileiro, um Circo aproximado com seu publico, de dialogo fácil e de muita interatividade, é um espetáculo apresentado em movimentos que chamamos números, apresentados, individualmente e coletivamente.

Temos o personagem que mais marca essa característica do Circo Brasileiro, que é o palhaço, e nessa condição teremos dois tipos de palhaço, o palhaço de piadas, gags e esquetes, que encontramos hoje nos circos de médio e pequeno porte e o palhaço de reprise, que encontramos no circo de grande porte, que se apresenta entre os números circenses, com reprises, sem o uso da fala e reprise musical.
A trilha sonora foi criada por Susi Monte Serrat e Jose Barbosa, e é cantada ao vivo no picadeiro por Susi Monte Serrat (voz e Violão) e Fernando Saez (voz e Flauta). 


É um espetáculo alegre e divertido, que pode ser apresentado em qualquer tipo de espaço.
(O Direito Autoral das fotos aqui publicadas são do palhaço PIRI e parceiros. Qualquer uso não autorizado destas imagens constitui-se em contrafação à Lei do Direito Autoral nº 9610/98.)



Cidades que receberam o Espetáculo

Siqueira Campos
Wenceslaw Bras
Coronel Vivida
Chopinzinho
Moreira Sales
Iretama
Pontal do Paraná
Rio Negro
































terça-feira, 15 de novembro de 2016

As Quarentonas



As Quarentonas 
Apresentação dia 18/11 às 21 Horas no Teatro Rodrigo D' Oliveira

Duas amigas moram juntas e vivem crises existenciais, contradições, neuroses e devaneios. Em meio a tantas confusões, surge uma empregada desbocada e vaidosa que cria mais problemas.
O espetáculo da Cia Navegantes de Teatro tem texto e direção de João Paulo Godinho e no elenco estão João Paulo Godinho, Orli Carrara e Ricardo Freire.

Teatro Rodrigo D' Oliveira

Rua Trajano Reis, 41 - Largo da Ordem
Ingressos - R$ 20,00

Contato - (41) 3223-2205 / 9624-4770 e 9780-2625


fiquem ligados na programação





quinta-feira, 10 de novembro de 2016

ELEIÇÕES SINDICAIS SATED PR – 2016




ELEIÇÕES SINDICAIS SATED PR – 2016
No último dia 10/11/2016, foram realizadas as Eleições Sindicais do SATED/PR,no horário das 9 às 21 horas, na sede do sindicato.
Três chapas de registraram para concorrer ao pleito: chapa 1 – “OCUPA SATED”, tendo como candidato presidente Adriano Esturilho e vice-presidente Beto Bruel; chapa 2 – “SATED PARA TODOS”, presidente Eliane Berger e vice-presidente Jane D’Avila e a chapa 3 – “ RENOVA SATED”, presidente Grazianni Branco da Costa e vice-presidente Eloah Petreca.
Dos 353 associados, em dia com suas obrigações sindicais, 179 não compareceram a eleição (na maioria residentes em outros municípios do Estado do Paraná) e 174 votos com filiados presentes na eleição foram considerados válidos, cumprindo rigorosamente artigos do Estatuto e do Regimento Eleitoral da entidade.
O resultado da mesa de apuração sob a presidência do Dr. Luiz Carlos, advogado da FTEDCA e do SENALBA/PR, tendo como suplente a funcionária e associada Cristiane Silveira Prost, além da presença dos fiscais representantes das chapas candidatas – Adriano Esturilho, Eliane Berger e Grazianni Canalli, obtendo o seguinte resultado:
85 votos para a chapa SATED PARA TODOS
60votos para a chapa OCUPA SATED
29 votos para a chapa RENOVA SATED
O atual presidente do SATED/PR, Christo Dikoff e sua atual Diretoria expressaram satisfação com o resultado, reiterando que a melhor manifestação de expressar democraticamente o direito de participar em benefício da nossa categoria de produtores e trabalhadores da área artística e técnica para reivindicar uma política cultural justa, digna e transparente.
O presidente também expressou seu orgulho de presenciar em seu último mandato da primeira eleição do SATED-PR com três (03) chapas candidatas registradas, em seus 35 anos de fundação a serem comemorados no dia 22/12/2016, com a assinatura da Carta Sindical pelo então ministro do Trabalho.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

palhaço PIRI 35 anos de pura alegria




Hoje, comemoro 35 anos de carreira.

Parece muito tempo, mas voou... E continua voando... No dia 07/11/1981 estava animando a festa de aniversário do meu sobrinho Manuel Henrique e depois profissionalmente com o companheiro Chico o Poró em várias festas e pela primeira vez na televisão no programa Mario Vendramel como animador de platéia.

Continuo aprendendo até hoje. Essa é uma realidade que parece bobagem, mas não é. Depois, parti para o meu grande sonho, o meu programa de TV na Band fiz muita coisa, criei uma linguagem diferente parte da historia. E muito me orgulho dela. Só aprendizado.

Obrigado a todos que, direta ou indiretamente, fizeram parte dessa historia. Todos que, um dia, já dividiram um evento, um show, um programa de TV e Rádio, uma apresentação.

Parte da minha realização é ter feito tantos amigos, gente que ajudou a fazer dos muitos momentos, situações mais prazerosas. A todos vocês, meu sincero agradecimento.

Que venham mais alguns anos, não muitos. Não dá pra aguentar essa vida pra sempre, sem sábado, domingo, feriado, aniversários longe, natais em família. Mas que os momentos continuem sendo intensos.

Melhor "dez anos a mil, que mil anos a dez".

Não quero ficar pra sempre fazendo o que faço, mas enquanto tiver energias e competência para renovar os ciclos, vamos seguindo. Ainda tenho muito gás.


Um monte de eventos que certamente esqueci de mencionar, estou pronto para muitos outros. Vamos nessa! A vida segue.


sábado, 5 de novembro de 2016

II Festival de Ópera do Paraná





Programação do II Festival de Ópera do Paraná (2016):
- 12, 13 e 14/11: "Der Freischütz" - ópera de Weber (estréia brasileira). Orquestra Sinfônica do Paraná. Regência: maestro Stefan Geiger (Alemanha).
Local: Teatro Guaíra - Guairão,
Horário: dias 12 e 14: 20h. Dias 13: 18h. 
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00.
- 16 a 18/11: “1º Seminário Brasileiro de Canto”.
Local: Teatro Guaíra - Miniauditório.
Horário: 9 às 12h.
Gratuito.
- 16 a 18/11: “Curso para coro operístico”.
Local: Teatro Guaíra - sala 300.
Horário: 14 às 17h.
Gratuito, mediante inscrição.
- 24/11: "La Serva Padrona" - ópera de Pergolesi.
Local: Praça Generoso Marques, em frente ao Paço da Liberdade. Regência: Jean Reis.
Horário: 18h.
Gratuito.
- 24/11: Concerto Carlos Gomes. Canções e árias de ópera.
Local: Teatro Guaíra - Guairinha,
Horário: 20h.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00.
- 24 e 25/11: Masterclass de canto.
Local: Teatro Guaira - Miniauditório.
Horário: 9 às 12h.
Gratuito, mediante inscrição.
- 25/11: "La Serva Padrona" - ópera de Pergolesi. Regência: Jean Reis.
Local: Casa Heitor Stockler.
Horário: 18h.
Gratuito, mediante agendamento antecipado.
- 25/11: "Barca di Veneza per Padova" - comédia madrigal de Adriano Banchieri. Coro e Orquestra da Camerata Antiqua de Curitiba.
Local: Teatro Guaíra - Guairinha.
Horário: 20h.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00.
- 26/11: Concerto Pucciniana. Enredo baseado em árias de Puccini.
Local: Teatro Guaíra - Guairinha.
Horário: 14h.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00.
- 26/11: "A Chorus Line”, teatro musical de Marvin Hamlisch e “O Homem de La Mancha”, teatro musical de Mitch Leizh.
Local: Teatro Guaíra - Guairinha.
Horário: 16h.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00.
- 26/11 às 18:30: "Concerto Tangos" obras de Piazzola. Camerata Antiqua de Curitiba, regência: maestro Arthur Barbosa.
Local: Capela Santa Maria - Espaço Cultural.
Horário: 18h.
Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00.
- 26/11: "La Traviata" (pocket) - ópera de Verdi. Regência: Jean Reis.
Local: Teatro Guaíra - Guairinha.
Horário: 20h.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00.
- 27/11: "Rita" - opereta de Donizetti.
Local: Teatro Guaíra - Guairinha.
Horário: 16h.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00.
- 27/11: "Papilio Innocentia" - ópera brasileira de Leo Kessler (estréia mundial). Direção de Gehad Hajar.
Local: Teatro Guaíra - Guairinha.
Horário: 18h.
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Morreu o palhaço SOL - Oleg Popov tinha 86 anos







Oleg Popov morreu de um ataque cardíaco.

A Rússia chora esta sexta-feira a morte de Oleg Popov, vítima de um ataque cardíaco na quarta-feira em Dostov-no-Don, onde estava em digressão, e que vai ser sepultado segunda-feira na Alemanha. 

"O coração dele parou", disse Dmitri Reznichenko, diretor do circo daquela cidade do sul da Rússia onde Popov morreu aos 86 anos. 

"Não se queixou de nenhuma indisposição, estava simplesmente a ver televisão", acrescentou. 

Reznichenko adiantou que o corpo do "Palhaço Sol", como era conhecido, vai ser velado em Rostov-no-Don, seguindo depois, por vontade da família, para o funeral na Alemanha, país para onde se mudou, em 1991, após o fim da União Soviética. 

Vivia desde então em Eggloffstein, na Bavária, com a mulher, também artista de circo. 

O ministro da Cultura russo, Vladimir Medinski, manifestou o seu pesar numa declaração divulgada na quinta-feira na qual destacou como as atuações de Popov "levaram alegria e bondade a muitas gerações de compatriotas".



 "Ele conseguiu criar uma imagem única de um palhaço excêntrico que irradiava luz só por aparecer e que tornava qualquer atuação uma festa", declarou o ministro. 

Nascido numa família pobre dos arredores de Moscovo sem qualquer ligação ao espetáculo, Popov entrou para uma escola de circo aos 14 anos, onde aprendeu malabarismo, trapézio e acrobacia. 







Aos 19 foi contratado pela companhia estatal de circo soviética e, cerca de cinco anos mais tarde, teve a sua grande oportunidade quando foi chamado a substituir o palhaço principal, que tinha partido um braço.


 Dois anos depois assumiu o lugar de palhaço principal e participou na primeira digressão internacional de um circo organizada pelo Estado soviético. 

Oleg Popov atuou várias vezes em Portugal, nomeadamente em 1977, com o Circo de Moscovo, no Coliseu dos Recreios. 














"Parar? Nunca! Um palhaço morre no palco", respondia quando lhe perguntavam quando pensava retirar-se.