seguir no FACEBOOK

sábado, 28 de setembro de 2013

Los Paleteros inaugurou nova loja no Shopping Palladium



Tamanho e sabor são os diferenciais dos picolés das Los Paleteros
Tamanho e sabor são os diferenciais dos picolés das Los Paleteros


Terceira franquia da marca dos deliciosos sorvetes inspirados nos picolés mexicanos foi inaugurada nesta sexta-feira (27), em Curitiba

A Los Paleteros, marca dos saborosos sorvetes inspirados na gastronomia mexicana, abre nesta semana a sua terceira franquia. Depois do sucesso da Los Paleteros com a loja de Balneário Camboriú, e as franquias de Joinville e do Shopping Curitiba, agora os paleteros Emiliano, Santiago e Alejandro levam os incríveis sabores das paletas para o Shopping Palladium. A inauguração acontece nesta sexta-feira (27), a partir das 19h.

A nova franquia tem à frente os empresários Edson Lima e Claudio Batista Junior. Eles conheceram os sabores da Los Paleteros no carnaval, em Balneário Camboriú. “A excelente qualidade dos produtos e a grande aceitação dos consumidores foram algumas das razões que nos fizeram apostar nas paletas mexicanas”, destacou Claudio Batista Junior. “Quem experimenta os picolés das Los Paleteros reconhece que são muito mais saborosos que os similares e por isso já estamos pensando em abrir outras duas lojas”, afirmou Edson Lima.

Para a inauguração da Los Paleteros no Shopping Palladium, os franqueados estão preparando ações nas redes sociais para atrair os chamados paleteromaníacos, que são os fãs incondicionais dos sabores da marca. Eles também estão distribuindo vales-paletas para apresentar a novidade aos consumidores da região Sul de Curitiba.

Primeira franquia de paletas mexicanas do Brasil, a Los Paleteros tem à frente os empresários Gilberto José Verona Filho e Gean Francesco Derosso Chu. Fundada em 2012, a marca curitibana se consolida como um case de sucesso e projeta fechar o primeiro ano com 14 franquias. A fábrica, instalada em Barracão, cidade do sudoeste do Paraná, está ampliando sua produção visando a temporada de calor. "Hoje, temos cerca de 800 empreendedores interessados em franquias das Los Paleteros e, antes do verão, devemos inaugurar novas lojas em Florianópolis, Maringá, São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói e Sorocaba", afirmam os sócios.

Sobre as paletas
Tamanho e sabor são os diferenciais dos picolés das Los Paleteros. Coloridos e saudáveis, os sorvetes são feitos artesanalmente, sem corantes e conservantes. São 25 opções diferentes de paletas, todas com peso médio de 120g, praticamente o dobro dos picolés tradicionais. No cardápio uma grande variedade de sabores que vão dos clássicos aos exóticos, passando pelos tradicionais cremosos e recheados. Paletas de banana caramelizada, cupuaçu, morango, coco, manga, goiaba, kiwi, ameixas pretas, paçoca, chocolate belga, abacaxi com pimenta, limão, doce de leite, morango com leite condensado, iogurte com morango ou amora e a Jamaica, interessante mistura de framboesa e hibisco, estão entre as opções.

Los Paleteros
Palladium Shopping Center - Av. Presidente Kennedy, 4.121 - Portão - Curitiba-PR
Shopping Curitiba - Rua Brigadeiro Franco, 2300 - Batel - Curitiba-PR
Balneário Camboriú - Avenida Brasil, 1815, Centro
Joinville Garten Shopping - Av. Rolf Wiest, 333 - Bom Retiro - Joinville-SC
www.lospaleteros.com.br - www.facebook.com/LosPaleteros


Fonte da notícia
Empresa:Novo Conceito Assessoria em Comunicação

Alegrando esta Inauguração o Palhaço PIRI encorporou um dos personagens da marca

 








terça-feira, 24 de setembro de 2013

Disney Live! no Positivo

 Disney Live! no Positivo





A Opus traz Disney Live! de volta ao Brasil com o novo espetáculo Festival Musical do Mickey, em cartaz de julho a outubro de 2013 em diversos palcos nacionais.

Na nova produção, Mickey Mouse e seus amigos vão agitar o mundo com as estrelas de Aladdin, A Pequena Sereia e Toy Story. Os sucessos de Disney são mixados com os ritmos mais animados da atualidade, como rock, pop, reggae, hip-hop, jazz e country e muito mais! O irresistível elenco inclui mais de 25 estrelas da Disney, entre eles Mickey, Minnie, Pato Donald, Pateta, Ariel, Sebastião, Úrsula, Aladdin, Jasmine, o Gênio, Woody, Buzz e Jessie. O musical é perfeito para toda a família e o público poderá dançar, cantar e rir com os personagens.

A turnê no Brasil estreia no estado de São Paulo, onde realiza as primeiras apresentações dias 13 e 14 de julho, no Theatro Pedro II, em Ribeirão Preto. De lá, segue para a cidade de São Paulo, onde faz temporada de 17 a 21 de julho no Teatro Bradesco. Depois, segue para o Rio de Janeiro, de 07 a 11 de agosto, no Teatro Bradesco Rio; Recife de 06 a 08 de setembro, no Teatro UFPE; Natal de 11 a 14 de setembro, no Teatro Riachuelo; Belo Horizonte, de 19 a 22 de setembro, no Palácio das Artes; Curitiba, de 27 a 29 de setembro, no Teatro Positivo. O encerramento da turnê acontece em Porto Alegre, com apresentações de 02 a 06 de outubro, no Teatro do Bourbon Country.

Disney Live! O Festival Musical do Mickey começa com o público assistindo a uma projeção de última geração em vídeo dos bastidores frenéticos até chegar ao palco com o Mickey dando as boas-vindas aos convidados de sua turnê. Logo depois, eles serão transportados para um mundo novo de batidas de hip hop, acrobacias estonteantes, tapetes voadores e transformações mágicas com Aladin, Jasmine e o Gênio. No fundo do mar é onde o público encontra Ariel, Sebastião e seus amigos náuticos para curtir o reggae. Família e amigos vão bater os pés ao ritmo do rodeio quando Woody, Buzz e Jessie chegarem para ensinar como se faz. Qualquer um pode ser parte da banda com balões gigantes que caem do teto em uma cena e na próxima os personagens da Disney estão dançando nos corredores “Criamos um ambiente onde o público pode se conectar com as estrelas da Disney,” disse Alana Feld, Produtora e Vice-Presidente Executiva da Feld Entertainment. “Dentro de cada momento do concerto há elementos de interação pessoal e o público se harmoniza, dança, ri e se diverte demais com os personagens”.

Data(s): 27, 28 e 29 de setembro de 2013
Horário(s): Sexta, às 18h30; sábado, às 15h e às 18h; domingo, às 11h e às 15h
Preço(s): A partir de R$ 20
Onde: Teatro Positivo
Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300, Universidade Positivo - Campo Comprido |

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Curitiba - Circo dos Sonhos - "O sonho vai começar"




"O SONHO VAI COMEÇAR"
Malabaristas, equilibristas, contorcionistas, magia e muita palhaçada, tudo isso dentro do sonho de uma garotinha. Assim é o espetáculo do CIRCO DOS SONHOS. Mais de 60 profissionais envolvidos, entre eles 30 artistas brasileiros com talento de nível internacional.


É noite, no céu a lua crescente brilha e dentro de seu quarto uma garotinha cansada de seus brinquedos, cai no sono. Nesse mundo de sonhos ela é despertada por um mágico que a leva para a lua. É assim que se inicia o espetáculo do Circo dos Sonhos.

Nesse ambiente de sonhos, onde os adultos são transformados em crianças, toda a platéia é convidada a viver essa aventura no fantástico e maravilhoso mundo do circo. Aquela menina que outrora estava desanimada, agora assiste empolgada ao espetáculo sentada na Lua, de onde vez ou outra desce para contracenar com os artistas circenses.

Tudo isso é criação da família Jardim, uma família com mais de 30 anos de tradição no mundo do circo, que hoje possui 2 circos que viajam  pelo Brasil e o único circo fixo na cidade de São Paulo onde funciona sua sede. Nos três circos, trabalham mais de uma centena de pessoas, entre elenco, produtores, carpinteiros, serralheiros envolvidas na produção de três espetáculos de sucesso!

"Resolvi criar um espetáculo que fosse um sonho, mesclando teatro, dança e artes circenses e que pudesse levar nossa platéia a um mundo mágico, o mundo do picadeiro que exerce encantamento nas pessoas há muitos anos...", destaca Rosana Jardim - Diretora do espetáculo.

A história recente da trupe do CIRCO DOS SONHOS é ligada a grandes espetáculos e de muito sucesso, como Turma da Monica no Mundo do Circo (2011 a 2013), Patati Patata no Circo dos Sonhos (2011 e 2012), Lazy Town, Chaves e Quyrey -  Uma aventura na selva em cartaz em São Paulo desde 2012.

Evoluções espetaculares de contorção, a força e a delicadeza caminhando juntas pelas belas artistas que desenvolvem nos tecidos e na lira, são apenas algumas das atrações surpreendentes que o Circo dos Sonhos apresenta. Não podemos esquecer do momento mais divertido do show : o palhaço. Ele interage com o público em números cômicos que fazem toda a platéia cair na gargalhada.

Este é o espetáculo O SONHO VAI COMEÇAR:  tradicional e moderno juntos para compor a magia de um fascinante espetáculo do Circo dos Sonhos.


 Av. Republica Argentina, 3741 (Ao lado do Shopping Palladium
Terça, Quarta, Quinta e Sexta as 20h00
Inteira: R$ 20,00
Meia: R$ 10,00
Sábados, Domingos e Feriados as 15h, 17h30 e 20h00
Inteira: R$ 30,00
Meia: R$ 15,00
*Meia entrada para crianças de 02 a 12 anos, estudantes e pessoas com mais de 60 anos.
Duvidas ligue: 11 2076 0087 ou 2076 0001
*Compre na bilheteria do Circo ou na Ingresso.com (4003 2330)

Horários de Funcionamento da Bilheteria do Circo:

Terça a Domingos e Feriados: das 13h00 até 20h00




quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Lançamento do Livro “Simphonia”

O AUTOR NA PRAÇA - Lançamento do Livro “Simphonia” do escritor Vitor Góes.
No próximo sábado, dia 21 de setembro acontecerá o lançamento em São do Paulo do livro “Simphonia” com a presença do escritor Vitor Góes no Espaço Plínio Marcos. Também contaremos com a participação do cordelista cearense Sávio Pinheiro, apresentando sua literatura de cordel e do cartunista Junior Lopes, realizando caricaturas. Informações sobre os convidados abaixo.
Sobre o livro “Simphonia” - O livro tem o aspecto da flecha de Zenão: velocidade, precisão e, de igual modo, algo imóvel, paradoxo ou dialética?! Constituído, o livro, por três escritos e um glossário, temos, como não poderia deixar de ser, o primeiro: desenho de uma cidade insular cujas sonoridades lembram um mar em iodo. O segundo escrito nos remete à outra cidade, nada insular, e as sonoridades de um mar em salitre. O terceiro se abre, ou nos abre, para um mundo e sua interioridade instituída de inadequações, portando sonoridades de mar abissal. Para não finalizar, o glossário, como um intermezzo, cria um deslimite para uma música que avança ao infinito. Assim é Simphonia, alguma coisa de amor e ódio para sempre.
Sobre Vitor Góes – É Capixaba, residente no Rio de Janeiro, formado em Administração de Empresas e Filosofia, com Pós-Graduação em Sociologia e Mestrado em Filosofia. Professor de Filosofia e Sociologia, Escritor e Músico. Saiba mais: https://www.facebook.com/vitor.goes.1?fref=ts.
Sobre Sávio Pinheiro - Nasceu em Várzea Alegre CE, em 11 de Janeiro de 1958. É graduado em Medicina pela Universidade Federal de Pernambuco, pós-graduado em Saúde Pública pela UNAERP de Ribeirão Preto SP, membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, com sede no Rio de Janeiro, e da Associação Cearense de Escritores – ACE, de Fortaleza CE. Criador do projeto RECEITANDO CORDEL, que utiliza a poesia nas ações de Educação e Saúde, enfoca o método do diálogo pós-produto promovendo uma ampla discussão com a sociedade na temática da Promoção da Saúde, rompendo de vez com a forma tradicional de valorização apenas do apuro técnico. Dessa forma, tem a certeza de estar consolidando o Sistema Espiral de Comunicação que considera múltiplos contatos com múltiplas demandas, onde todos são emissores/receptores resgatando o cordel como forma de expressão e de educação popular. Em 2006, obteve o 1º lugar no I Encontro de Experiências Exitosas em Saúde da Família da região Nordeste, na cidade de João Pessoa PB, com o trabalho “A Literatura de Cordel como Instrumento de Educação Popular para a Saúde”, o qual foi apresentado em Brasília num encontro da Promoção da Saúde, e foi matéria de capa da revista Brasileira de Saúde da Família; e em 2010, ganhou o Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel - Edição Patativa do Assaré, do Ministério da Cultura, na categoria Formação e Iniciativas Existentes, obtendo o quarto lugar no país, com o trabalho “A Literatura de Cordel como Metodologia de Construção Social”, que envolve Saúde, Educação, Ação Social, Cultura e participação ativa da comunidade. Publicou os livros em cordel: “Marco do Miolo do Pinheiro” e “Estrela Dalva” Saiba mais: https://www.facebook.com/saviopin?fref=ts.
Serviço:
O Autor na Praça promove o lançamento do livro “Simphonia” de Vitor Góes
Espaço Plínio Marcos – Tenda na Feira de Artes da Praça Benedito CalixtoPinheiros
Dia 21 de setembro, sábado, a partir das 14h – Entrada Franca
Informações: Edson Lima – 3739 0208 / 95030 5577 - oanp@uol.com.br.
Realização: Edson Lima & AAPBC. Apoio: Max Design, Enlace-Media, Restaurante Consulado Mineiro e O Cantinho Português.

4º DIA DO NARIZ VERMELHO

 
 
 
 
 
No dia 15 de setembro, o Teatro APCD recebeu novamente o show da campanha mundial Dia do Nariz Vermelho. Uma grande festa, sob direção de Rodrigo da Paixão e Thais Martarelli, com a participação de vários artistas e atrações em sua 4ª edição da campanha sociocultural no Brasil. 
 
Foram quase 5 horas de festa, onde adultos e crianças de todas as idades curtiram seus ídolos de pertinho e várias atrações de circo gratuitamente.
As atrações,  Patati Patatá, Mineirinho de Maceió, Thiago Rocha (redeTV), Marcelo Bandeira (Gazeta), Valquíria Ribeiro (Record), entre outros. Além , malabaristas, contorcionistas, equilibrista e muitos palhaços.
Toda a renda arrecadada com a venda de produtos  no evento foi doada para o Amparo Maternal, que é a ONG escolhida esse ano para receber as doações da campanha e cuidar de mamães, bebês e gestantes em São Paulo.
 

















 
 
 

domingo, 15 de setembro de 2013

São Paulo terá festa gratuita com diversas atrações circenses





No dia 15 de setembro, o Teatro APCD recebe novamente o show da campanha mundial Dia do Nariz Vermelho. Uma grande festa, sob direção de Rodrigo da Paixão e Thais Martarelli, com a participação de vários artistas e atrações em sua 4ª edição da campanha sociocultural no Brasil. Serão quase 5 horas de festa, onde adultos e crianças de todas as idades vão poder curtir seus ídolos de pertinho e várias atrações de circo gratuitamente.
Entre as atrações, estão confirmados: Patati Patatá, Mineirinho de Maceió, Thiago Rocha (redeTV), Marcelo Bandeira (Gazeta), Valquíria Ribeiro (Record), entre outros. Além de mágico, malabaristas, contorcionistas, equilibrista e muitos palhaços. A festa terá início às 12h, com a distribuição de ingressos e abertura da praça de alimentação, e o grande show às 13h. Haverá sorteio e vários prêmios, como brinquedos Estrela, Micro Systems e Rádios-Relógio Lenoxx Sound, cestas de chocolate, entre outros.
Toda a renda arrecadada no evento será doada para o Amparo Maternal, que é a ONG escolhida esse ano para receber as doações da campanha e cuidar de mamães, bebês e gestantes em São Paulo.

A festa acontece no dia 15 de setembro (Divulgação)


A Cantora Adryana Ribeiro será uma das anfitriãs da festa
O Projeto Eu Acredito em Palhaço vai realizar uma grande homenagem ao artista Ariovaldo Tadeu Varela, o eterno Palhaço Cacareco, pelos 50 anos de criação de seu personagem, e que será entregue a sua esposa Fatima, no dia 15 de setembro, durante a realização do 4º Dia do Nariz Vermelho Brasil! Compareçam!
 








Serviço:
Dia do Nariz Vermelho
Teatro APCD
Av. Voluntários da Pátria, 547, tel. 2855-0983
Dia 15 de setembro, a partir das 12h
Grátis.

Fonte: http://girasp.com.br/2013/08/dia-do-nariz-vermelho/

domingo, 8 de setembro de 2013

Nossa Senhora da Luz

                                                             Nossa Senhora da Luz


Pedro Martins, português de origem humilde, nascido em Carnide, possuía no Algarve algumas terras herdadas por sua mulher, senhora de alguns haveres. Certa vez, quando para lá se dirigia a fim de cuidar de sua propriedade, foi aprisionado pelos mouros numa das incursões feitas pelos infiéis em território cristão e levado para o norte da África.

Naquela ocasião, por volta de 1453, sobre a fonte do Machado, em Carnide, começou a aparecer uma luz misteriosa, cuja origem ninguém conseguia descobrir. Andava o povo alarmado e de Lisboa e dos arredores chegava muita gente para ver o fenômeno, começando o lugar a ser chamado: "A Luz".

Pedro Martins, no seu cativeiro, desanimado da intercessão dos homens para libertá-lo, recorreu àquela que é o Socorro dos Aflitos e a Esperança dos Desesperados. Suas orações foram ouvidas pela Virgem Maria que lhe apareceu trinta noites seguidas em sonho, procurando consolá-lo. Na ultima noite Ela prometeu-lhe que ao acordar se encontraria em Carnide, mas que aí deveria procurar uma imagem sua escondida perto da fonte do Machado, em sítio que lhe seria indicado por estranha luz. Quando a encontrasse, deveria erguer no local uma ermida em sua homenagem.
No dia seguinte, como a Virgem Maria lhe havia anunciado Pedro Martins amanheceu em sua querida cidade natal. Em agradecimento por tão milagrosa libertação, o ex-cativo procurou logo realizar o desejo da Mãe Santíssima. Em companhia de um parente, saiu certa noite à procura da imagem. A luz cintilava sobre a fonte. Caminharam por entre o arvoredo e notaram que ela ia se deslocando até que em determinado momento parou. Limparam o local e ao removerem algumas pedras encontraram a efígie da Rainha do Céu.
Assim que se espalhou a notícia do feliz achado, grande foi a afluência do povo ao lugar, e a Virgem Maria aí começou a ser invocada com o título de Nossa Senhora da Luz.
Logo que pôde, Pedro Martins iniciou a construção da ermida com a permissão do bispo de Lisboa, que se prontificou a lançar a primeira pedra em solene cerimônia religiosa. Mais tarde esta capela foi substituída por suntuoso templo, inaugurado em 1596.
A festa de Nossa Senhora da Luz começou a ser celebrada todos os anos e as casas nobres portuguesas disputavam entre Si a honra de se encarregarem das despesas. Este grandioso santuário, entretanto, foi quase totalmente destruído pelo terremoto que assolou Lisboa em 1755, catástrofe que, segundo piedosa lenda, deu origem à construção de Nossa Senhora da Luz de Diamantina.
Contam que a distinta dama D. Teresa de Jesus Corte Real, durante a imensa tragédia que destruiu Lisboa, suplicou a proteção da Senhora da Luz e conseguiu refugiar-se com seu esposo e empregados domésticos em uma capela dedicada à Mãe de Deus. Seu marido havia sido designado para o posto de funcionário do "Contrato de Diamantes" em Minas Geras e ela prometeu então que, se conseguisse chegar ao Brasil sã e salva, faria erigir na colônia uma capela à Virgem da Luz.

Aqui chegando, fixou residência no Arraial do Tejuco e alguns anos depois mandou construir nos arredores da vila urna pequena igreja. Diz a tradição que ao lado do templo, em cumprimento a outra promessa feita por seu pai à Senhora da Luz durante o terrível terremoto, fez erguer um recolhimento para a educação de órfãs, preparando-as para a vida. Cada moça que se casava, após esmerada educação, recebia um faqueiro de prata e três mil cruzados, quantia que dava para construir uma boa casa.

D. Teresa Corte Real faleceu em 1826 e seu corpo foi sepultado debaixo do coro da igreja que fundara, na qual também foi colocado um seu retrato a óleo feito pelo pintor Manuel Pereira.
Nos fins do século passado, a igrejinha estava prestes a ruir, porém o seu vigário conseguiu angariar fundos para reconstrui-la. No dia 20 de maio de 1900 ela foi solenemente reaberta aos fiéis e a imagem da Padroeira recolocada em seu antigo altar após solene procissão acompanhada de uma chuva de flores atiradas das sacadas pela senhoras de Diamantina. Todas as ruas estavam profusamente ornarmentadas e iluminadas para homenagear aquela que, tendo gerado a Luz do Mundo, bem mereceu o título de Nossa Senhora da Luz.
Contudo, esta devoção em terras brasileiras não nasceu em Minas Gerais, pois a mais antiga igreja dedicada a Senhora da Luz em nosso pais foi a de São Paulo, fundada primeiramente no Ipiranga, por volta de 1580, e depois transferida para o atual bairro da Luz, em 1603. Foi na primeira capela, citada pelo Padre Anchieta em urna de suas cartas, que um frade franciscano, capelão da armada de Diogo Flores Valdez, foi assassinado por um soldado ao pedir esmolas para os pobres.
O segundo templo da Virgem da Luz acompanhou toda a história da cidade de São Paulo, tendo sido instalado ao lado da Capela o famoso Recolhimento da Luz fundado por um grupo de religiosas. Atualmente, depois de reformados, tanto o templo como o convento deram lugar ao Museu de Arte Sacra da capital paulista, onde se encontram preciosidades históricas e artísticas do Estado bandeirante.

0 culto a Nossa Senhora da Luz, difundido pelos jesuítas e beneditinos, deu origem a diversos santuários no Rio de Janeiro e nos Estados do Sul do Brasil, principalmente Paraná e Rio Grande.
A cidade de Curitiba se iniciou em torno de uma capela, onde a Mãe da Luz era venerada pelos seus inúmeros milagres. Sobre a sua fundação existe interessante lenda, que passaremos a narrar:
Na segunda metade do século XVII, Gabriel de Lara, seguindo os faiscadores de ouro, cruzou a serra do Mar e encontrou uma pequena povoação no sítio dos Pinhais, onde em 1659 seria fundada a vila de Nossa Senhora da Luz. Dizem que seus primeiros habitantes foram membros da bandeira de Antônio Domingues, que em 1648 se dirigia ao sul do país. No entanto, segundo a lenda, os bandeirantes se haviam estabelecido um pouco além, nas margens do rio Atuba, onde ergueram uma ermida à Senhora da Luz.
Com o andar do tempo, os rudes penetradores do sertão notaram que a imagem da Virgem tinha sempre os olhos voltados para os campos aos quais os índios denominavam Curitiba (Pinhais). Aquela região era dominada pelos ferozes cainguangues, ciosos de seus bosques de pinheiros. Contudo, Nossa Senhora insistia em mirá-la, pois todas as manhãs aparecia com os olhos luminosos voltados para o poente.
Tal foi a insistência da Virgem, que os sertanejos resolveram sondar a possibilidade da conquista do sítio indicado pela Padroeira. Com seus aprestos de guerra seguiram para a esplanada dominada pelos bárbaros caingangues, prontos para o combate.
Em vez da luta prevista como certa, o que ocorreu foi a acolhida generosa e cordial. Do chefe indígena para o chefe branco partiu apenas um aceno acolhedor. Os arcos foram jogados no chão em sinal de paz e a cuia de mate, símbolo da hospitalidade, foi oferecida ao chefe índio, rodando depois pelos guerreiros brancos.
A Cidade de Luz, no Oeste de Minas Gerais, iniciada em 1790 em torno de uma capelinha dedicada a Nossa Senhora da Luz e desde 1918 sede da Diocese, recebeu no dia 2 de fevereiro de 1995 preciosa escultura de sua Padroeira, que lhe foi doada pela câmara Municipal de Lisboa. Esta imagem, abençoada no santuário de Carnide, em Portugal, construído junto à fonte do Machado, onde em 1453 0 humilde Pedro Martins obteve da Mãe Santíssima um estupendo milagre, é toda em mármore branco e foi recebida com grandes festejos populares e comemorações cívicas na progressista cidade mineira e entronizada na bonita catedral.
Existe ainda na Cidade de Luz interessante monumento erguido em 1993 para comemorar o 75º aniversário da criação do Bispado, no qual foi colocada uma efígie de bronze de Nossa Senhora da Luz, cópia daquela trazida pelos portugueses em 1503, que se encontra em exposição no Museu de Arte Sacra de São Paulo.
A invocação de Nossa Senhora da Luz é bastante difundida no Brasil, pois existem 21 paróquias a Ela dedicadas.


Fonte: "Invocações da Virgem Maria no Brasil", de Nilza Botelho Megale, Ed. Vozes, 4a. ed., pp. 274-279.

V Festa da Luz


Nos dias 07 e 08 o Palhaço PIRI participou animando o stand da SOVIDA com venda de artesanatos e pasteis para angariar fundos para a Instituição.
"a SOVIDA oferece as pessoas vivendo com o vírus HIV um serviço diferenciado; a Casa de Apoio denominada "Solar do Girassol". A casa de apoio surgiu como meio alternativo para a resolução de conflitos sociais envolvendo pessoas portadoras do vírus e doentes de Aids"



















Programação
Curitiba se prepara para celebrar a V edição da Festa da Luz!
De 6 a 8 de setembro, Curitiba celebra a 5º edição da Festa da Luz: a festa da padroeira da cidade e da Arquidiocese, Nossa Senhora da Luz dos Pinhais! E para homenageá-la, a Arquidiocese e a Prefeitura Municipal planejam durante os três dias de festa uma intensa programação religiosa e cultural para toda a família, no Largo da Ordem.

Outra atração será a grande Procissão  no dia da padroeira, que sairá da Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe até a Catedral Metropolitana. A Procissão sinalizará a luz da igreja de Cristo entre as nações.

Para os Três dias de festa estão confirmados shows de diversos gêneros musicais, apresentações folclóricas e Celebrações Eucarísticas.

Você é o nosso convidado especial! Venha e traga toda a sua família para celebrar conosco esta festa luminosa.


Programação: dia 06/09/2013 – Sexta-feira
HORA   PROGRAMAÇÃO
18:00 - Missa Catedral Basílica de Curitiba
20:00 - Show Pe. Reginaldo



Programação: dia 07/09/2013 – Sábado

HORA   PROGRAMAÇÃO
15:00 - Samba & Canção
16:00 - Banda Theos - TLC
17:00 - João Roberto e João Guilherme
17:30 - Pe. Cleberson - Paróquia Anjo da Guarda
19:00 - Invokay 3 D
20:00 - Grupo Jackson
21:00 - NEI LISBOA



Programação: dia 08/09/2013 – Domingo

HORA   PROGRAMAÇÃO
12:30 - João Roberto e João Guilherme
13:00 - Banda Angry Beavis
14:00 - Show folclórico – música e dança
14:15 - Show folclórico – música e dança
15:00 - Orquestra Legionários de Cristo
16:00 - Banda Neurootom
17:00 - Roberto Nunes e Alexandre
18:00 - BANDA GENTILEZA