seguir no FACEBOOK

terça-feira, 4 de outubro de 2011

O Brasil está Cor de Rosa!



cancer-de-mama

Mês é dedicado à conscientização da importância da detecção precoce do câncer de mama, o que aumenta as chances de cura da doença

Para conscientizar as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama e mobilizar diferentes níveis da sociedade envolvidos de alguma forma com a questão, o Brasil, assim como outros países, adere ao Outubro Rosa e colore prédios e monumentos públicos com a cor do movimento. O lema deste ano é “Sem investimento, o câncer de mama não tem tratamento”, que foca a necessidade de investimento na saúde das mulheres brasileiras.

O câncer de mama é o tipo de câncer mais frequente na população feminina brasileira e é uma doença curável quando descoberta a tempo. Por isso, o diagnóstico precoce e os exames de rotina são muito importantes. O Instituto Nacional de Câncer (Inca), órgão auxiliar do Ministério da Saúde, recomenda a realização anual do exame clínico das mamas por um profissional treinado em mulheres com idade entre 40 e 49 anos. Já a mamografia é recomendada a cada dois anos em mulheres com idade entre 50 e 59 anos sem sintomas. Essas recomendações podem mudar conforme orientação médica.

O Movimento
O Outubro Rosa foi criado em 1997 na Califórnia, nos Estados Unidos, e espalhou-se pelo mundo. O Movimento tem a característica de colorir ambientes públicos de rosa, que é a cor símbolo da luta contra o câncer de mama, e de fomentar ações que chamem atenção para a causa. No Brasil, o movimento é promovido pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) e seu lançamento se deu com a iluminação de rosa do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.


Fonte: Portal Nacional de Saúde – Unimed do Brasil




No dia 4 de outubro, a Femama realiza o lançamento nacional do Outubro Rosa 2011 em coletiva de imprensa no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. O evento contará com a presença da Dra. Maira Caleffi, presidente da Femama, que apresentará o cenário atual da problemática do câncer de mama no Brasil e as ações globais e locais das 51 associadas da federação. Também estarão presentes, Leoni Margarida Simm, vitoriosa e representante da Femama como Embaixadora Global do Cancer pela American Cancer Society na ONU; Dr. Ricardo Caponero, Presidente do Conselho Técnico-Científico da Femama e a atriz Luiza Tomé, como madrinha da Femama nesta edição do movimento.

O Outubro Rosa prevê diversas atividades ao longo de todo mês, em várias cidades do país, onde destaca-se a iluminação de prédios e monumentos históricos na cor rosa. A Femama, com apoio da Clinique, iluminará o Cristo Redentor, na capital fluminense, na noite do dia 4 de outubro. Também ganharão a iluminação pink o Santuário Nossa Senhora da Penha, no Rio de Janeiro, e o Palácio do Congresso Nacional, em Brasília.

As 51 associadas da Femama também estão preparando uma ampla agenda de atividades para o mês. Além das iluminações, estão previstas palestras, audiências públicas, ações comunitárias e caminhadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário