seguir no FACEBOOK

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Rede Sol completa 15 anos de ações solidárias


Rede Sol completa 15 anos de ações solidárias

Em 1997 nascia a Rede Sol, um dos mais importantes programas de responsabilidade social de Curitiba. O programa, que reúne artistas voluntários de todas as áreas, completa 15 anos neste sábado, 11 de agosto, data da primeira apresentação.
Criada pela Fundação Cultural de Curitiba, a Rede Sol atende crianças e adultos que frequentam ou estão abrigados em asilos, orfanatos, hospitais e escolas especiais. Muitas vezes em situação de risco, ou afastadas do convívio social, essas pessoas não teriam acesso a essas atividades, não fossem os voluntários.
Periodicamente, cada instituição conveniada recebe apresentações de música, teatro, shows de mágica e palhaços, atividades literárias e artísticas, entre outras atrações que garantem alegria, descontração e lazer para o público. A Fundação Cultural fica encarregada de agendar as apresentações e fornecer a estrutura necessária.
Ao longo dos 15 anos de atividades, o programa conquistou a simpatia do público e dos artistas. O reconhecimento pelo trabalho realizado não demorou a chegar. Em 2005, a Rede Sol conquistou o prêmio Zilda Arns - Top Social ADVB-PR, na categoria Cultura e em 2007 foi contemplado pelo Prêmio Gente que Faz de Verdade, da ONG Centro de Movimentos Sociais.
Momentos marcantes - Mesmo com uma agenda de shows sempre movimentada, Renan, da dupla sertaneja Willian e Renan, atua como voluntário da Rede Sol há mais de 12 anos. Para o músico, os shows acabam levando alegria e esperança para quem não conta com muitas opções de lazer. Para ele o trabalho é sempre gratificante. “As crianças especiais são as mais sensíveis, entendem a música, se emocionam”, revela Renan, reforçando que a linguagem universal da música é capaz de mexer com todas as pessoas.
A cantora Fernanda Liz, que também participa do projeto desde os 15 anos de idade, relembra um dos momentos mais marcantes de seu trabalho como voluntária. Após uma apresentação do Hospital de Clínicas, a cantora foi convidada pela mãe de um paciente, que não pode sair do quarto, a cantar para ele. Após a apresentação especial, o garoto agradeceu à Fernanda e antes que ela fosse embora lhe disse que aquele tinha sido o momento mais alegre dos últimos meses. “Isso me marcou demais. Tudo isso faz muito bem para o artista, é algo que vem de dentro, não tem explicação”, revela a artista emocionada. “Não tem dinheiro que pague a alegria estampada no rosto deles, o brilho nos olhos. São mundos muito diferentes, o valor que eles dão ao nosso trabalho é outro”, finaliza.
Os artistas e instituições que tiverem interesse em participar dessa rede de solidariedade podem entrar em contato com a coordenação do programa pelo telefone  (41) 3213-7571.

Nenhum comentário:

Postar um comentário