seguir no FACEBOOK

sábado, 22 de março de 2014

Orquestra Sinfônica do Paraná toca Mahler e Villa-Lobos no domingo

Após o sucesso do concerto da última quinta­feira, a Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP) faz nova apresentação no dia 23, domingo, às 10h30 no Guairão, com o maestro argentino Dante Anzolini. Foto: Karin van der Broocke 


Após o sucesso do concerto da última quinta-feira, a Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP) faz nova apresentação neste domingo (23), às 10h30, no Guairão, com o maestro argentino Dante Anzolini. No programa, a mais conhecida e também a mais importante das peças de Gustav Mahler, a Sinfonia nº 5 em Dó menor, considerada divisora de águas na obra do compositor austríaco. Dividida em três partes, a obra organiza a narrativa musical partindo do trágico e caminhando para o triunfo.

Fazem parte do programa também as Bachianas Brasileiras nº 4, de Heitor Villa-Lobos, que integra uma série de nove composições escritas entre 1930 e 1945 para diversas formações; e a Serenata Para Orquestra de Cordas, Opus 20, de Edward Elgar.

O maestro Dante Anzolini tem em seu currículo trabalhos com várias orquestras europeias, além de ter trabalhado com o compositor americano Philip Glass em vários projetos, incluindo óperas e sinfonias. Anzolini também é compositor de várias peças para piano, violino solo, música de câmara e orquestra, entre elas a primeira versão para piano das Variações para Orquestra de Schoenberg.

Anzolini estudou violino, viola, oboé e percussão, além de desenvolver carreira profissional como pianista e cravista, paralelamente a estudos de matemática e à atividade como regente coral. Aceito na Universidade de Yale, recebeu dois Masters e um Doutorado sob orientação do maestro brasileiro Eleazar de Carvalho.

Nos Estados Unidos, foi diretor musical das Orquestras Sinfônica e de Câmara, do Massachusetts Institute of Technology (MIT) e diretor do Programa de Orquestra no New England Conservatory em Boston (EUA). Em 2001 fez sua estreia no Carnegie Hall com a American Composers Orchestra e, em 2008, no Metropolitan, também de Nova York, regendo o maior sucesso da ópera contemporânea dos últimos anos, a Satyagraha, de Philip Glass. Hoje, Anzolini é o principal regente convidado em Linz (Áustria).

Serviço: Concerto da Orquestra Sinfônica do Paraná.

 Após o sucesso do concerto da última quinta­feira, a Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP) faz nova apresentação no dia 23, domingo, às 10h30 no Guairão, com o maestro argentino Dante Anzolini. Foto: Karin van der Broocke


Após o sucesso do concerto da última quinta­feira, a Orquestra Sinfônica do Paraná (OSP) faz nova apresentação no dia 23, domingo, às 10h30 no Guairão, com o maestro argentino Dante Anzolini. Foto: Karin van der Broocke

Nenhum comentário:

Postar um comentário