seguir no FACEBOOK

sexta-feira, 6 de junho de 2014

“O Retorno dos Piratas”


 Circo da Cidade “Zé Priguiça” oferece arte e alegria

Neste fim de semana tem arte circense na pauta cultural do público curitibano, que conta com a apresentação do espetáculo “O Retorno dos Piratas”, às 15h de sábado (7), no Circo da Cidade “Zé Priguiça”. A montagem, a cargo da Companhia TripCirco, tem como tema central a aventura de piratas, representados por palhaços. A entrada é franca.
No picadeiro, seis artistas contam a história de um capitão e seus marujos que buscam um tesouro perdido, numa jornada de muitos perigos. Sob a direção de Camila Mara Cequinel, a encenação utiliza técnicas circenses, teatro e improviso para interagir com a plateia de forma lúdica. No roteiro estão números de malabares, rola-rola, acrobacias e mastro chinês, entre outras atrações para encantar o público, que ainda terá a oportunidade de conferir as performances no dia 14 de junho, igualmente com ingresso gratuito.
A companhia TripCirco, selecionada por meio do Edital de Difusão em Circo do Fundo Municipal da Cultura, também comanda apresentações dirigidas a estudantes de escolas municipais, além de participantes de entidades sociais de todas as Regionais da cidade. As sessões acontecem às 10h e às 14h30 dos dias 5, 6, 13 e 27 de junho.
A forma descentralizada de atendimento do Circo da Cidade “Zé Priguiça”, uma das unidades da Fundação Cultural de Curitiba, permite que os habitantes dos bairros apreciem os espetáculos montados naquele local. Os moradores de cada Regional são levados até o circo por meio de ônibus especiais, disponibilizados gratuitamente. Cada apresentação recebe um público aproximado de 300 pessoas.
A companhia – Sediada em Curitiba desde 2004, a Companhia TripCirco reúne artistas que têm em comum o interesse de estudar e desenvolver técnicas circenses. A partir disso, o grupo realiza um trabalho especial, com a mistura das diversas expressões das artes, como teatro, dança e música, além da implantação de novos aparelhos.
A inovadora forma de abordar o circo é transmitida pela Escola Experimental de Circo, mantida pela companhia, que também realiza periodicamente o Cabaré de Variété, evento dedicado ao resgate da tradição circense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário