seguir no FACEBOOK

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Esculturas em homenagem à Copa do Mundo

 

 Esculturas em homenagem à Copa do Mundo podem ser vistas em diferentes espaços

Até o dia 31 de julho, a Praça Rui Barbosa, o Terminal de Santa Felicidade, a Rua da Cidadania Boa Vista e o Portal do Futuro Boqueirão exibem esculturas do artista plástico Sergius Erdelyi, em homenagem à Copa do Mundo de Futebol 2014. São quatro obras – sendo uma em cada espaço –, que integram a mostra “Dançando com a Bola”.
As esculturas em grandes dimensões mostram a bola em momentos típicos, vividos dentro de um campo de futebol. Iniciadas em 2011, quando o artista tinha 92 anos, as obras são em madeira e compensado marítimo, com acabamento metalizado. Em 2012, a exposição já tomou conta de endereços como a PUC-PR, Memorial de Curitiba, Aeroporto Afonso e a Embaixada da Áustria, em Brasília.
Austríaco de nascimento e vivendo no Brasil desde 1953, estabelecido em São Paulo, Sergius Erdelyi atuou em diversas áreas, desenvolvendo trabalhos científicos em foto e termoeletricidade. Também constam de seu currículo invenções importantes como o aquecedor de carter do Panzer Tiger e Panther – veículos do exército, na época da guerra – e o aquecedor domiciliar a óleo mineral cru, que salvou milhares de lares, em Viena (Áustria), dos invernos congelados da década de 1940. É fundador da fábrica de máquinas de costura elétricas ETINA (Viena – 1947) e de vários empreendimentos industriais e de reflorestamento, no Brasil.
No campo das artes, Sergius Erdelyi experimentou diversas técnicas e trilhou vitoriosa carreira, com destaque para a série Teilhard de Chardin, na década de 1960, que ganhou exposições no Brasil, Estados Unidos e Áustria, entre outros países. Em 1974, passou a viver em Tijucas do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, tendo dado sequência à trajetória inovadora, com estilo próprio. Em suas mãos, os mosaicos de vidro adquiriram expressões únicas, podendo ser apreciados nos vitrais da Igreja Nossa Senhora das Dores de Tijucas do Sul – sobre os quais existe um livro ricamente ilustrado –, além dos vitrais da Biblioteca da PUC-PR.
O artista vivenciou várias fases até que, a partir de 2009, passou a se dedicar exclusivamente à criação de esculturas em diversos tamanhos e materiais. Depois de muitos anos sem mostrar suas obras, retomou o caminho das exposições. Em “Dançando com a Bola”, Erdelyi faz da bola a estrela do futebol, captando na arte de esculpir em madeira o treino, o drible e o ataque, algumas das fases desse esporte que reúne milhões de fãs no mundo todo.
Serviço:
Exposição “Dançando com a Bola”, com esculturas do artista plástico Sergius Erdelyi, em homenagem à Copa do Mundo de Futebol 2014. São quatro obras realizadas em madeira e compensado marítimo, com acabamento metalizado.
Locais: Praça Rui Barbosa, Terminal de Santa Felicidade, Rua da Cidadania Boa Vista e Portal do Futuro Boqueirão (cada espaço abriga uma escultura em grandes dimensões).
Data: até 31 de julho de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário